Dieta e nutrição

15 benefícios dos antioxidantes - e como eles nos mantêm saudáveis ​​em um mundo poluído

Estratégias Integradas de Aprendizagem (ILS) é um centro acadêmico e de aprendizagem. Como lembrete, o ILS não é um prestador de serviços de saúde e nenhum de nossos materiais ou serviços fornece um diagnóstico ou tratamento de uma condição específica ou desafio de aprendizado que você pode observar em seu filho ou aluno. Se você buscar um diagnóstico ou tratamento para seu filho ou aluno, entre em contato com um profissional treinado que possa fornecer uma avaliação da criança.

Antiox> antioxidantes beneficiam meu filho? Para responder a essa pergunta, você precisa ter um entendimento básico da teoria dos radicais livres.

Tudo no mundo é feito de átomos. Os átomos são representados pela imagem que você comumente vê com um círculo no centro e um monte de ovais cruzando-o. Essas ovais abrigam um componente do átomo chamado elétrons. Cada linha dessas ovais gosta de ter um certo número de elétrons. O degrau mais externo geralmente fica aquém da quantidade certa de elétrons, de modo que os átomos tendem a receber, doar ou compartilhar entre si para preencher a camada externa. Esse processo é como terminamos com coisas como H2O (água).

Na teoria dos radicais livres, coisas como poluição, comida estragada e outros irritantes prejudiciais liberam átomos com conchas externas não preenchidas em nossos corpos. Esses átomos saltam ao redor, tentando se relacionar com outros átomos, danificar células saudáveis ​​e criar mais átomos não emparelhados. Esses átomos não emparelhados são chamados radicais livres. E os radicais livres são geralmente átomos de oxigênio. É aqui que os antioxidantes entram em ação e neutralizam os radicais livres.

Portanto, agora podemos responder à nossa pergunta sobre o que os antioxidantes têm a ver com o aprendizado em sala de aula. Os radicais livres prosperam com a gordura, que é a maior parte do cérebro. Os antioxidantes também têm naturalmente um suprimento mais curto no cérebro do que em outras partes do corpo. Portanto, nosso cérebro é especialmente suscetível aos radicais livres. Romper e danificar as células do cérebro acabará criando uma diferença. Retenção, concentração, processamento de informações e comportamento da memória. Todas essas são funções vitais do cérebro que podem ser afetadas pelos radicais livres. Mas você pode dar vantagem ao seu filho protegendo o cérebro com uma dieta rica em antioxidantes.

Alimentos ricos em antioxidantes

Há um número surpreendente de alimentos ricos em antioxidantes. O truque sempre é persuadir seus filhos pequenos a comê-los, especialmente seus filhos sensíveis sensoriais e seus comedores exigentes, então aqui estão algumas idéias para introduzir antioxidantes em sua dieta.

Bagas

Bagas são provavelmente um dos alimentos mais fáceis para levá-los a comer. Eles tendem a ser doces e são pequenos e fáceis de estalar na boca. Para misturar as coisas, as bagas podem ser misturadas com iogurte, smoothies ou até podem ser usadas em guloseimas para adoçar as coisas sem muito açúcar.

Como os antioxidantes são bons para você?

Como o nome indica, antioxidantes são quaisquer substâncias que inibem a oxidação e combatem agentes oxidantes potencialmente prejudiciais dentro de um organismo vivo. Esses agentes oxidantes, mais comumente chamados radicais livres, são moléculas produzidas quando nosso corpo decompõe os alimentos ou é exposto a poluição, toxinas ou radiação de qualquer tipo.

Antioxidantes protegem as células dos danos causados ​​por esses radicais livres. Portanto, eles são os protetores vigilantes. Eles protegem nossos sistemas dia após dia. Bem, chegaremos aos detalhes daqui a pouco. Mas antes disso, vamos dar uma olhada nos diferentes alimentos ricos em antioxidantes.

Antioxidantes

Antioxidantes são compostos encontrados em fontes alimentares. Eles desempenham um papel instrumental na proteção de enzimas, gorduras e vitaminas no corpo. Essas substâncias naturais ajudam a atrasar ou impedir certos tipos de danos à célula. Frutas e legumes de cores vivas, como os que fazem parte da dieta mediterrânea, são uma excelente fonte de antioxidantes. Em geral, quanto mais brilhante a cor, maior o nível de antioxidantes na luta contra doenças nos alimentos.

Exemplos de antioxidantes incluem:

  • Betacaroteno
  • Luteína
  • Licopeno
  • Selênio
  • Vitamina A
  • Vitamina C
  • Vitamina E

Os antioxidantes podem ser divididos em dois grupos, incluindo:

  1. Os flavonóides são encontrados principalmente em plantas, aproximadamente 4.000 flavonóides foram identificados. Esse grupo é dividido em sete categorias diferentes, incluindo antocianidinas (de mirtilos, uvas e vinho) e catequinas / epicatequina (encontradas no cacau, chocolate preto e chá) e muito mais.
  2. Os não-flavonóides incluem três categorias: minerais, pigmentos vegetais e vitaminas. Os pigmentos vegetais incluem carotenóides (encontrados em frutas e vegetais alaranjados, como cenouras e abóboras). A vitamina C e E são os principais antioxidantes da vitamina. O selênio é um exemplo de enzima antioxidante mineral, encontrada em castanha do Brasil, ovos, peixe, grãos e carne.

Cores brilhantes

A maioria das frutas e legumes de cores vivas são embaladas com um monte de antioxidantes e quanto mais vibrante a cor da fruta, maior o conteúdo não apenas de antioxidantes, mas de todos os nutrientes que ela contém. As sementes de romã são saborosas e divertidas de colocar na boca, ou o suco também funciona se não forem fãs das sementes. Maçãs vermelhas deliciosas são uma boa opção, mas os nutrientes estão na pele, então tente incentivá-los a comer a casca também. Melancia, melão, ameixas, passas, pimentão, cenoura e batata-doce são opções de cores vivas cheias de antioxidantes.

Introdução

Antioxidantes são substâncias artificiais ou naturais que podem impedir ou atrasar alguns tipos de danos celulares. Dietas ricas em vegetais e frutas, que são boas fontes de antioxidantes, foram consideradas saudáveis; no entanto, pesquisas não demonstraram que os suplementos antioxidantes sejam benéficos na prevenção de doenças. Exemplos de antioxidantes incluem vitaminas C e E, selênio e carotenóides, como beta-caroteno, licopeno, luteína e zeaxantina. Este informativo fornece informações básicas sobre antioxidantes, resume o que a ciência diz sobre antioxidantes e saúde e sugere fontes para informações adicionais.

Verdes de folhas escuras

Verdes folhosos escuros são um pouco mais complicados que suas frutas e legumes de cores vivas. Espinafre, couve, brócolis e outros vegetais como esses são ótimas fontes de antioxidantes, mas vamos ser honestos, eles têm a reputação de provocar narizes enrugados e carrancas de nojo. No entanto, há um número crescente de receitas de smoothies ou lanches que são infundidos com esses vegetais sem o sabor e a textura exagerados. E você pode ser criativo nas explicações sobre por que o smoothie é verde. Leprechauns? Hulk? Fadas? A criatividade pode ajudar bastante a abrir as bocas para que tentem algo novo.

Benefícios

Os antioxidantes podem proteger contra os danos celulares causados ​​pelos radicais livres, conhecidos como estresse oxidativo.

Atividades e processos que podem levar ao estresse oxidativo incluem:

  • atividade mitocondrial
  • exercício excessivo
  • trauma tecidual, devido a inflamação e lesão
  • dano de isquemia e reperfusão
  • consumo de certos alimentos, especialmente alimentos refinados e processados, gorduras trans, adoçantes artificiais e certos corantes e aditivos
  • fumar
  • poluição ambiental
  • radiação
  • exposição a produtos químicos, como pesticidas e drogas, incluindo quimioterapia
  • solventes industriais
  • ozônio

Tais atividades e exposições podem resultar em danos às células.

Isso, por sua vez, pode levar a:

  • liberação excessiva de íons livres de ferro ou cobre
  • uma ativação de fagócitos, um tipo de glóbulo branco com um papel no combate à infecção
  • um aumento de enzimas que geram radicais livres
  • uma interrupção das cadeias de transporte de elétrons

Tudo isso pode resultar em estresse oxidativo.

Os danos causados ​​pelos antioxidantes têm sido associados ao câncer, aterosclerose e perda de visão. Pensa-se que os radicais livres causam alterações nas células que levam a essas e possivelmente outras condições.

Acredita-se que uma ingestão de antioxidantes reduza esses riscos.

De acordo com um estudo: "Os antioxidantes atuam como sequestradores de radicais, doadores de hidrogênio, doadores de elétrons, decompositores de peróxidos, inibidores de oxigênio singlete, inibidores de enzimas, sinergistas e agentes quelantes de metais".

Outra pesquisa indicou que suplementos antioxidantes podem ajudar a reduzir a perda de visão devido à degeneração macular relacionada à idade em idosos.

No geral, no entanto, há uma falta de evidência de que uma maior ingestão de antioxidantes específicos possa reduzir o risco de doença. Na maioria dos casos, os resultados tendem a não mostrar benefícios, efeitos prejudiciais ou conflitantes.

Sementes e Nozes

As sementes de girassol são antiox> ômega 3, que ajudam na atenção e no foco, como você vê aqui. Se seus filhos pequenos não gostam apenas de colocar algumas nozes na boca para um lanche, as nozes também podem ser adicionadas às saladas ou as manteigas de nozes podem ser uma boa alternativa.

Pode ser esmagador implementar bons hábitos alimentares quando as prateleiras das lojas estão cheias de produtos de cores vivas que chamam sua atenção e prometem facilidade, e quando as ruas estão cheias de restaurantes de fast food cheios de alimentos gordurosos projetados para acionar os centros de prazer do cérebro . Não desanime. Mesmo uma escolha de alimentação saudável é um passo na direção certa.

Estratégias de aprendizagem integradas é um centro de Utah dedicado a ajudar crianças comuns e crianças com desafios de aprendizagem a alcançarem sucesso acadêmico. Nossos serviços oferecem às crianças programas de tutoria não tradicionais nas áreas de Davis County, Kaysville, Layton, Syracuse, Farmington e Centerville. Áreas para encontrar estratégias de aprendizagem integradas incluem: Professores de leitura em Kaysville, Professores de matemática em Kaysville, Professores comuns em Kaysville, Professores em Utah, Utah Programas de tutoria

Tipos

Pensa-se que existam centenas e possivelmente milhares de substâncias que podem atuar como antioxidantes. Cada um tem seu próprio papel e pode interagir com outros para ajudar o corpo a funcionar efetivamente.

"Antioxidante" não é realmente o nome de uma substância, mas descreve o que uma variedade de substâncias pode fazer.

Exemplos de antioxidantes que vêm de fora do corpo incluem:

Flavonóides, flavonas, catequinas, polifenóis e fitoestrogênios são todos os tipos de antioxidantes e fitonutrientes, e são todos encontrados em alimentos à base de plantas.

Cada antioxidante tem uma função diferente e não é intercambiável com outra. É por isso que é importante ter uma dieta variada.

Principais Alimentos Antioxidantes

  • Alcachofra (cozida)
  • Coentro
  • Canela
  • Citrino
  • Cacau
  • Cranberries
  • Chocolate escuro
  • Gengibre e açafrão
  • goji berries
  • Chá verde
  • Feijão
  • Orégano
  • nozes
  • Tomates
  • Amoras silvestres, mirtilos, framboesas, morangos

Muitos estudos também foram realizados sobre os efeitos dos flavonóides em pó de cacau na perda de memória. Flavonóides do cacau foram encontrados em estudos clínicos para inibir a morte de neurônios por interferir com os radicais livres no cérebro. O flavonóide primário no cacau e no chocolate é chamado epicatequina, que foi encontrado para melhorar a função cognitiva em animais e seres humanos. Em estudos com ratos, os flavonóides do cacau e do chocolate foram encontrados para preservar as habilidades cognitivas. Estudos em humanos descobriram que os flavonóides do cacau diminuíram o risco de desenvolver a doença de Alzheimer e o derrame.

Um estudo de 2012 de pessoas com comprometimento cognitivo leve (MCI) que bebiam um tipo específico de bebida de cacau, chamado Cocoa Via, resultou em uma melhoria significativa da função de memória nos participantes do estudo. É importante observar que muitos dos flavonóides são removidos quando a maioria das marcas de cacau é processada de sua forma bruta e que o estudo envolveu um tipo específico de cacau puro e sem açúcar, chamado CocoaVia.

O resveratrol faz parte de um grupo de compostos que agem como antioxidantes, chamados polifenóis. Pensa-se que o resveratrol protege o corpo contra danos que podem aumentar o risco de doenças, como câncer e doenças cardíacas. O resveratrol é encontrado na casca das uvas vermelhas, por isso é abundante em mirtilos, cacau em pó, cranberries, suco de uva, amendoim e vinho. Alguns estudos preliminares em animais mostraram que o resveratrol ajudou a retardar o declínio cognitivo, mas os estudos em humanos são um pouco limitados. Um estudo, no entanto, descobriu que a função de memória melhorava em pessoas com doença de Alzheimer leve a moderada que tomavam resveratrol suplementar.

Você incorporou antioxidantes em sua dieta para melhorar sua saúde cerebral? Gostaríamos de saber mais sobre a dieta da sua doença de Alzheimer nos comentários abaixo.

Fontes de alimentos

As melhores fontes de antioxidantes são os alimentos à base de plantas, especialmente frutas e legumes.

Os alimentos que são particularmente ricos em antioxidantes são frequentemente referidos como "superalimentos" ou "alimentos funcionais".

Para obter alguns antioxidantes específicos, tente incluir o seguinte em sua dieta:

Vitamina A: Laticínios, ovos e fígado

Vitamina C: A maioria das frutas e legumes, especialmente frutas, laranjas e pimentões

Vitamina E: Nozes e sementes, girassol e outros óleos vegetais e vegetais de folhas verdes

Betacaroteno: Frutas e legumes de cores vivas, como cenouras, ervilhas, espinafre e manga

Licopeno: Frutas e legumes cor de rosa e vermelhos, incluindo tomate e melancia

Luteína: Verduras, vegetais folhosos, milho, mamão e laranja

Selênio: Arroz, milho, trigo e outros grãos integrais, além de nozes, ovos, queijo e legumes

Outros alimentos que se acredita serem boas fontes de antioxidantes incluem:

  • beringelas
  • leguminosas como feijão preto ou feijão
  • chás verdes e pretos
  • uvas vermelhas
  • chocolate escuro
  • romãs
  • goji berries

Bagas de Goji e muitos outros produtos alimentares que contêm antioxidantes estão disponíveis para compra on-line.

Alimentos com cores ricas e vibrantes geralmente contêm mais antioxidantes.

Os seguintes alimentos são boas fontes de antioxidantes. Clique em cada um para descobrir mais sobre seus benefícios à saúde e informações nutricionais:

Uso de suplementos antioxidantes nos Estados Unidos

Uma análise de 2009 usando dados da Pesquisa Nacional de Saúde e Nutrição (1999–2000 e 2001–2002) estimou a quantidade de antioxidantes adultos nos Estados Unidos que recebem de alimentos e suplementos. Os suplementos representaram 54% da vitamina C, 64% da vitamina E, 14% do alfa e beta-caroteno e 11% da ingestão de selênio.

Relação com a dieta Editar

Embora certos níveis de antiox> Alguns autores contestem a hipótese de que antiox> e outros declaram que a hipótese não é comprovada e não se aplica> Polifenóis, que possuem antiox>

Segurança

  • Suplementos antioxidantes em altas doses podem ser prejudiciais em alguns casos. Por exemplo, os resultados de alguns estudos relacionaram o uso de suplementos de beta-caroteno em altas doses a um risco aumentado de câncer de pulmão em fumantes e o uso de suplementos de vitamina E em altas doses a riscos aumentados de derrame hemorrágico (um tipo de derrame causado sangramento no cérebro) e câncer de próstata.
  • Como alguns outros suplementos alimentares, suplementos antioxidantes podem interagir com certos medicamentos. Por exemplo, suplementos de vitamina E podem aumentar o risco de sangramento em pessoas que tomam medicamentos anticoagulantes ("anticoagulantes"). Há evidências conflitantes sobre os efeitos da ingestão de suplementos antioxidantes durante o tratamento do câncer. Alguns estudos sugerem que isso pode ser benéfico, mas outros sugerem que pode ser prejudicial. O Instituto Nacional do Câncer recomenda que as pessoas que estão sendo tratadas para o câncer conversem com seu médico antes de tomar suplementos.

Para obter mais informações sobre a segurança dos suplementos alimentares, consulte o folheto do Centro Nacional de Saúde Integrativa e Complementar (NCCIH).

Candidatos a medicamentos Editar

Produtos farmacêuticos comuns (e suplementos) com antiox> Uma revisão sistemática de 2016 examinou o alopurinol e a acetilcisteína como possíveis tratamentos complementares para a esquizofrenia. Tirilazad, um esteróide e piora, resulta em acidente vascular cerebral isquêmico.

Efeito de cozinhar

Cozinhar determinados alimentos pode aumentar ou diminuir os níveis de antioxidantes.

O licopeno é o antioxidante que dá aos tomates sua rica cor vermelha. Quando os tomates são tratados termicamente, o licopeno se torna mais biodisponível (mais fácil para o nosso corpo processar e usar).

No entanto, estudos mostraram que couve-flor, ervilha e abobrinha perdem grande parte de sua atividade antioxidante no processo de cozimento. Lembre-se de que o importante é ingerir uma variedade de alimentos ricos em antioxidantes, cozidos e crus.

1. Melhorar a saúde cardiovascular

Embora nem todos os antioxidantes tenham proteção contra doenças cardíacas (isso não significa que eles a causariam), alguns, como vitamina C, E, selênio, cobre e zinco, têm uma poderosa atividade cardioprotetora. Verificou-se que a ingestão adequada de vitamina C pode reduzir o risco de derrame em até 50%.

Existem centenas de outros estudos que afirmam que a ingestão de dietas à base de plantas carregadas de frutas e vegetais frescos pode proteger o coração e prevenir problemas cardiovasculares (1). Frutas e vegetais são carregados com antioxidantes, e isso prova o ponto.

Efeitos adversos Editar

Redução relativamente forte da ac> Exemplos são ac oxálico> As deficiências de cálcio e ferro não são incomuns em dietas em países em desenvolvimento onde menos carne é consumida e há alto consumo de ac.

AlimentosReduzindo o ácido presente
Grãos de cacau e chocolate, espinafre, nabo e ruibarbo Ácido oxálico
Grãos integrais, milho, legumes Ácido fítico
Chá, feijão, repolho Taninos

Altas doses de alguns antiox> Estudos subsequentes confirmaram esses efeitos adversos. Esses efeitos nocivos também podem ser vistos em não fumantes, pois uma metanálise, incluindo dados de aproximadamente 230.000 pacientes, mostrou que a suplementação de β-caroteno, vitamina A ou vitamina E está associada ao aumento da mortalidade, mas não apresentou efeito significativo da vitamina C. Nenhum risco à saúde foi visto quando todos os estudos controlados randomizados foram examinados juntos, mas um aumento na mortalidade foi detectado quando apenas os estudos de risco de alta qualidade e baixo viés foram examinados separadamente. Como a maioria desses estudos de baixo viés lida com idosos ou com doenças, esses resultados podem não se aplicar à população em geral. Esta metanálise foi posteriormente repetida e ampliada pelos mesmos autores, confirmando os resultados anteriores. Essas duas publicações são consistentes com algumas metanálises anteriores que também sugeriram que a suplementação de vitamina E aumentava a mortalidade e que o antiox> beta-caroteno também pode aumentar o câncer de pulmão. No geral, o grande número de ensaios clínicos realizados em antiox>

Um paradoxo no metabolismo é que, embora a grande maioria da vida complexa na Terra exija oxigênio para sua existência, o oxigênio é uma molécula altamente reativa que danifica os organismos vivos ao produzir espécies reativas de oxigênio. Conseqüentemente, os organismos contêm uma rede complexa de antiox> Em geral, antiox> No entanto, espécies reativas de oxigênio também têm funções celulares úteis, como sinalização redox. Assim, a função de antiox>

As espécies reativas de oxigênio produzidas nas células incluem peróxido de hidrogênio (H2O2), ácido hipocloroso (HClO) e radicais livres, como o radical hidroxila (· OH) e o ânion superóxido (O2 -) O radical hidroxila é particularmente instável e reagirá rapidamente. Esses danos ao DNA podem causar mutações e possivelmente câncer, se não forem revertidos pelos mecanismos de reparo do DNA, enquanto o dano às proteínas causa inibição, desnaturação e degradação de proteínas.

O uso de oxigênio como parte do processo de geração de energia metabólica produz espécies reativas de oxigênio. Nesse processo, a superox> Particularmente importante é a redução da coenzima Q no complexo III, uma vez que um radical livre altamente reativo é formado como intermediário (Q· -) Esse intermediário instável pode levar ao "vazamento" de elétrons, quando os elétrons saltam diretamente para o oxigênio e formam o superox> Perox> No entanto, embora essas enzimas possam produzir ox> Nas plantas, algas e cianobactérias, espécies reativas de oxigênio também são produzidas durante a fotossíntese, particularmente sob condições de alta intensidade luminosa. Esse efeito é parcialmente compensado pelo envolvimento do caroteno, que envolve esses antiox>

Antiox> Estes compostos podem ser sintetizados no corpo ou obtidos a partir da dieta. O antiox diferente>

A importância relativa e as interações entre esses diferentes antiox> A ação de um antiox> A quantidade de proteção prov>

Alguns compostos contribuem para antiox> Selênio e zinco são comumente referidos como nutrientes antioxidantes, mas esses elementos químicos não têm ação antioxidante e são necessários para a atividade de algumas enzimas antioxidantes, conforme discutido abaixo.

AntioxidanteSolubilidadeConcentração no soro humano (μM)Concentração no tecido hepático (μmol / kg)
Ácido ascórbico (vitamina C)Água50–60 260 (humano)
Glutationa Água4 6.400 (humanos)
Ácido lipoico Água0.1–0.7 4-5 (rato)
Ácido úrico Água200–400 1.600 (humanos)
Carotenos Lipídicoβ-caroteno: 0,5-1

5 (humano, caroteno total>
α-Tocoferol (vitamina E)Lipídico10–40 50 (humano)
Ubiquinol (coenzima Q)Lipídico5 200 (humano)

Dicas dietéticas

As dicas a seguir podem ajudar a aumentar sua ingestão de antioxidantes:

  • Inclua uma fruta ou um vegetal sempre que comer, refeições e lanches incluídos.
  • Tome uma xícara de chá verde ou matcha todos os dias.
  • Veja as cores no seu prato. Se sua comida é principalmente marrom ou bege, é provável que os níveis de antioxidantes sejam baixos. Adicione alimentos com cores ricas, como couve, beterraba e frutas.
  • Use açafrão, cominho, orégano, gengibre, cravo e canela para apimentar o sabor e o conteúdo antioxidante de suas refeições.
  • Lanche nozes, sementes, especialmente castanhas do Brasil, sementes de girassol e frutas secas, mas escolha aquelas sem adição de açúcar ou sal.

Ou tente estas receitas saudáveis ​​e deliciosas desenvolvidas por nutricionistas registrados:

Não existe uma dose diária recomendada (RDA) recomendada para antioxidantes, mas uma alta ingestão de produtos frescos à base de plantas é considerada saudável.

Você sabia?

As gorduras poliinsaturadas aumentam a necessidade de mais antioxidantes. Isso ocorre porque as gorduras poliinsaturadas são muito sensíveis à oxidação e formação de radicais livres e, portanto, requerem uma maior quantidade de proteção (e, portanto, ingestão de antioxidantes, como vitamina E, polifenólicos, etc.).

Ácido úrico Editar

Úrico em quase todos os animais terrestres, o urato de boi, mas em humanos e na maioria dos primatas superiores, o urato de boi As razões evolutivas para essa perda de conversão do urato em alantoína permanecem o tópico da especulação ativa. Os estudos de aclimatação em alta altitude apóiam a hipótese de que o urato atua como um antiox>

Úric ac> e prov> Uric ac> perox> As preocupações com a elevada contribuição da UA para a gota devem ser contras. aumentar para 4,5% ao ano nos níveis de supersaturação da UA (535+ μmol / L). Muitos desses estudos mencionados determinaram o antiox da UA e alguns encontraram o antiox>

O que a ciência diz

Várias décadas de descobertas de pesquisas alimentares sugeriram que consumir quantidades maiores de alimentos ricos em antioxidantes pode ajudar a proteger contra doenças. Devido a esses resultados, tem havido muita pesquisa sobre suplementos antioxidantes. Testes rigorosos de suplementos antioxidantes em um grande número de pessoas não descobriram que altas doses de suplementos antioxidantes previnem doenças. Esta seção descreve os resultados preliminares da pesquisa, os resultados dos ensaios clínicos e as possíveis explicações para as diferenças nos resultados do estudo.

Riscos

Vale lembrar que, embora estudos associem o consumo de frutas e vegetais a uma melhor saúde geral, não está claro se até que ponto isso se deve à atividade de antioxidantes. Além disso, é necessário cuidado com os suplementos.

2. Melhora a saúde cognitiva

Antioxidantes foram encontrados para melhorar a memória e reduzir o risco de demência. Demonstrou-se que vitaminas e minerais antioxidantes, como vitaminas C e E, selênio e zinco, funcionam como "antidepressivos" naturais, especialmente quando tomados em suas formas orgânicas mais biodisponíveis (por exemplo, complexo natural de vitamina E, zinco (glicinato), selênio levedura) - que têm maior potência e proporcionam maior benefício geral do que suas variantes inorgânicas. Os antioxidantes também promovem a saúde vascular aprimorada - melhorando a microcirculação nos pequenos vasos sanguíneos do cérebro - melhorando assim a entrega de oxigênio e nutrientes aos neurônios famintos por nutrientes (ou seja, células cerebrais).

Os antioxidantes funcionam como mediadores no sistema nervoso central, prevenindo a inflamação e melhorando a saúde cognitiva. A maioria das doenças cerebrais está associada a danos oxidativos (também conhecidos como "estresse oxidativo"), que podem ser prevenidos e frequentemente melhorados com uma maior ingestão de antioxidantes. Essas substâncias poderosas também desempenham um papel na prevenção de outras doenças como a doença de Alzheimer (2). Maior consumo de carotenóides (outro ramo de antioxidantes) de alimentos como batata doce, inhame e cenoura foi associado a benefícios cognitivos em adultos (3).

Vitamina C Editar

Ácido ascórbico> Como uma das enzimas necessárias para produzir ácido ascórbico> A maioria dos outros animais é capaz de produzir esse composto em seus corpos e não o requer em suas dietas. AC ascórbico> Em outras células, ele é mantido em sua forma reduzida pela reação com a glutationa, que pode ser catalisada pelo dissulfureto de proteínas> Ascorbic ac> Além de seu antiox direto> AC ascórbico>

Cientistas acham que encontraram a primeira pátria da 'Eva mitocondrial'

A 'toupeira' no Mars Lander da NASA acabou de sair do buraco (e isso não é bom)

Não há evidências de que a maconha irá tratar sua ansiedade ou depressão

A 'toupeira' no Mars Lander da NASA acabou de sair do buraco (e isso não é bom)

Estas imagens hipnotizantes mostram 'ondas invisíveis de gravidade' ondulando sobre a Austrália

Encontrado, dentro da baleia de esperma morta: 100 copos de plástico, 4 garrafas de plástico, 25 sacos de plástico, 2 chinelos

Cientistas acham que encontraram a primeira pátria da 'Eva mitocondrial'

A Live Science faz parte da Future US Inc, um grupo internacional de mídia e principal editora digital. Visite nosso site corporativo.

Estudos Observacionais e Laboratoriais

Estudos observacionais sobre os hábitos alimentares típicos, estilos de vida e histórias de saúde de grandes grupos de pessoas mostraram que aqueles que ingeriam mais vegetais e frutas apresentavam menor risco de várias doenças, incluindo doenças cardiovasculares, derrame, câncer e catarata. Os estudos observacionais podem fornecer idéias sobre possíveis relações entre fatores alimentares ou de estilo de vida e risco de doença, mas não podem mostrar que um fator causa outro, porque não podem explicar outros fatores que possam estar envolvidos. Por exemplo, pessoas que comem mais alimentos ricos em antioxidantes também podem ter mais chances de se exercitar e menos de fumar. Pode ser que esses fatores, em vez de antioxidantes, sejam responsáveis ​​pelo menor risco de doenças.

Os pesquisadores também estudaram antioxidantes em experimentos de laboratório. Esses experimentos mostraram que os antioxidantes interagiam com os radicais livres e os estabilizavam, impedindo os radicais livres de causar danos às células.

3. Ajuda ao tratamento da artrite

Um estudo descobriu que a intervenção antioxidante pode melhorar os sintomas clínicos da artrite reumatóide e oferecer alívio. Isso pode ser atribuído às propriedades anti-inflamatórias dos antioxidantes (4). A Arthritis Foundation também reconhece a importância dos antioxidantes. Tanto as antocianinas nas bagas quanto a vitamina C nas frutas cítricas podem combater os radicais livres responsáveis ​​pelos sintomas da artrite (5).

Glutationa Editar

A glutationa é um peptídeo contendo cisteína> Não é necessária na dieta e, em vez disso, é sintetizada nas células a partir de seu aminoácido constituinte> A glutationa possui antiox> Devido à sua alta concentração e seu papel central na manutenção do estado redox da célula, a glutationa é uma do antiox celular mais importante> Em alguns organismos, a glutationa é substituída por outros tióis, como micotiol nos actinomicetos, bacilitiol em algumas bactérias Gram-positivas ou tripanotiona no cinetoplasto>

4. Pode ajudar a prevenir o câncer

Antioxidantes previnem os danos dos radicais livres, que foram encontrados para causar câncer. Segundo o Instituto Nacional do Câncer, até os suplementos antioxidantes da dieta podem ajudar no tratamento do câncer - dada a sua capacidade de combater o estresse oxidativo e a inflamação (6).

Outro estudo afirma como o status antioxidante total pode diminuir durante o tratamento do câncer - o que significa que a suplementação com antioxidantes pode ajudar no processo de tratamento (7).

No entanto, sugerimos que você siga o conselho do seu médico a esse respeito - pois alguns estudos também sugerem que altos níveis de antioxidantes (por exemplo, vitamina E sintética, dl-alfa-tocoferil) podem interferir na recuperação e em certos tratamentos (8).

Leve embora

Os radicais livres têm sido associados a uma variedade de doenças, incluindo doenças cardíacas, câncer e perda de visão, mas isso não significa que um aumento da ingestão de antioxidantes impeça essas doenças. Antioxidantes de fontes artificiais podem aumentar o risco de alguns problemas de saúde.

Como resultado, é importante procurar fontes naturais de antioxidantes, na forma de uma dieta saudável.

O consumo de frutas e verduras tem sido associado a uma taxa mais baixa de doenças crônicas, e os antioxidantes podem desempenhar um papel. No entanto, é improvável que o consumo de antioxidantes adicionados, especialmente em alimentos processados, traga benefícios significativos.

Além disso, qualquer pessoa que considere tomar suplementos antioxidantes deve falar primeiro com um médico.

Vitamina E Editar

Vitamina E é o nome coletivo de um conjunto de oito tocoferóis e tocotrienóis relacionados, que são vitaminas lipossolúveis com antiox> Desses, o α-tocoferol foi mais estudado por ter a mais alta biodisponibilidade, com o corpo absorvendo e metabolizando preferencialmente essa substância. Formato.

Afirmou-se que a forma de α-tocoferol é o lábio mais importante> Isso remove os intermediários de radicais livres e impede que a reação de propagação continue. Essa reação produz ox> Isso está de acordo com os resultados que mostram que o α-tocoferol, mas não o antiox solúvel em água> GPx4 é a única enzima conhecida que reduz eficientemente os hidroperóxidos lipídicos nas membranas biológicas.

No entanto, atualmente, os papéis e a importância das várias formas de vitamina E ainda não estão claros, e até foi sugerido que a função mais importante do α-tocoferol é como uma molécula sinalizadora, com essa molécula não tendo papel significativo em antiox. das outras formas de vitamina E são ainda menos conhecidas, embora o γ-tocoferol seja um nucleófilo que possa reagir com mutagênicos eletrofílicos, e os tocotrienóis possam ser importantes na proteção dos neurônios contra danos.

Antiox> no entanto, também reduzirá íons metálicos que geram radicais livres através da reação de Fenton.

2 Fe 3+ + Ascorbato → 2 Fe 2+ + Desidroascorbato 2 Fe 2+ + 2 H2O2 → 2 Fe 3+ + 2 OH· + 2 OH -

A importância relativa do antiox> No entanto, há menos dados disponíveis para outros antiox> da dieta ou polifenóis. Da mesma forma, a patogênese de doenças envolvendo hiperuricemia provavelmente envolve propriedades pró-oxidantes diretas e indiretas do ácido úrico.

Ou seja, paradoxalmente, agentes que são normalmente considerados antioxidantes podem atuar como pró-oxidantes condicionais e, na verdade, aumentar o estresse oxidativo. Além do ascorbato, os pró-oxidantes condicionais clinicamente importantes incluem o ácido úrico e os aminoácidos sulfidril, como a homocisteína. Normalmente, isso envolve algum metal da série de transição, como cobre ou ferro como catalisador. O papel potencial do papel pró-oxidante do ácido úrico em (por exemplo) aterosclerose e acidente vascular cerebral isquêmico é considerado acima. Outro exemplo é o papel postulado da homocisteína na aterosclerose.

< underset <*O2^<->>>-><ce ><underset >-><ce ><underset >>>>"> O 2 Oxygen ⟶ ⋅ O 2 − Superoxide → Superoxide dismutase H 2 O 2 Hydrogen peroxide → Peroxidases catalase H 2 O Water <displaystyle <ce <<underset >-><underset <*O2^<->>>-><ce ><underset >-><ce ><underset >>>> <underset <*O2^<->>>-><ce ><underset >-> <ce As with the chemical antiox > Here, the superox > Why Don’t Antioxidant Supplements Work?Most clinical studies of antioxidant supplements have not found them to provide substantial health benefits. Researchers have suggested several reasons for this, including the following: The beneficial health effects of a diet high in vegetables and fruits or other antiox >5. Improve VisionHigh dose antioxidant vitamins can prevent the progression of and even reverse age-related macular degeneration and other vision issues. Reports by the American Optometric Association state that antioxidant supplements vitamins C and E (natural form, d-alpha tocopherol) can reduce cataract progression in less than three years (9).Other important antioxidants for vision health are lutein and zeaxanthin, which also prevent age-related macular degeneration (10). And then, we have vitamin A, which nourishes and protects the retina and other eye structures, and is important in preventing night blindness.Superoxide dismutase, catalase, and peroxiredoxins Edit Superox > SOD enzymes are present in almost all aerobic cells and in extracellular flu > Superox > There also exists a third form of SOD in extracellular flu > The mitochondrial isozyme seems to be the most biologically important of these three, since mice lacking this enzyme die soon after birth. In contrast, the mice lacking copper/zinc SOD (Sod1) are viable but have numerous pathologies and a reduced lifespan (see article on superox > In plants, SOD isozymes are present in the cytosol and mitochondria, with an iron SOD found in chloroplasts that is absent from vertebrates and yeast. Catalases are enzymes that catalyse the conversion of hydrogen perox > This protein is localized to peroxisomes in most eukaryotic cells. Catalase is an unusual enzyme since, although hydrogen perox > Despite its apparent importance in hydrogen perox > Peroxiredoxins are perox > They are div > These enzymes share the same basic catalytic mechanism, in which a redox-active cysteine (the perox > Over-ox > Peroxiredoxins seem to be important in antiox > 6. Enhance ImmunityConsuming more fruits and vegetables is one sure shot way to boost your immunity (11). Antioxidants like vitamins A, C, E, and carotenoids boost immune health.One report published in the European Journal of Clinical Nutrition says that dietary antioxidant supplementation protects the immune system and contributes to healthy aging (12). They also help treat other issues related to a weak immunity – like colds and bronchial infections.Thioredoxin and glutathione systems Edit The thioredoxin system contains the 12-kDa protein thioredoxin and its companion thioredoxin reductase. Proteins related to thioredoxin are present in all sequenced organisms. Plants, such as Arab > The active site of thioredoxin consists of two neighboring cysteines, as part of a highly conserved CXXC motif, that can cycle between an active dithiol form (reduced) and an ox > After being ox > The glutathione system includes glutathione, glutathione reductase, glutathione perox > This system is found in animals, plants and microorganisms. Glutathione perox > Glutathione perox > but they are hypersensitive to induced ox > In addition, the glutathione S-transferases show high activity with lip > These enzymes are at particularly high levels in the liver and also serve in detoxification metabolism. Ox > Parkinson's disease, the pathologies caused by diabetes, rheumato > and neurodegeneration in motor neuron diseases. In many of these cases, it is unclear if ox > One case in which this link is particularly well understood is the role of ox > A low calorie diet extends median and maximum lifespan in many animals. This effect may involve a reduction in ox > While there is some ev > the ev > Indeed, a 2009 review of experiments in mice concluded that almost all manipulations of antiox > NCCIH- and NIH-Funded Research

Researchers supported by NCCIH and other components of NIH are conducting a variety of studies using antioxidant supplements.

Topics of recent NCCIH research on antioxidants include:

  • The ways in which two chemical forms of vitamin E affect inflammation
  • The biological effects of selenium on immune function
  • The effects of a range of doses of alpha-lipoic acid on oxidative stress
  • The effects of alpha-lipoic acid and acetyl-L-carnitine on inflammation in people with sickle cell disease.

NCCIH also funds a center of excellence for research on antioxidant therapies, which is conducting studies on the effects of antioxidants on various diseases and on aging.

Other components of NIH are also sponsoring research on antioxidants. Recent topics include:

Food preservatives Edit

Antiox > Consequently, packaging of fresh fruits and vegetables contains an

8% oxygen atmosphere. Antiox > These preservatives include natural antiox >

The most common molecules attacked by ox > Since ox > Antioxidant preservatives are also added to fat based cosmetics such as lipstick and moisturizers to prevent rancidity.

Industrial uses Edit

Antiox > In 2014, the worldw >

Antiox > Polymers containing double bonds in their main chains, such as natural rubber and polybutadiene, are especially susceptible to oxidation and ozonolysis. They can be protected by antiozonants. Solid polymer products start to crack on exposed surfaces as the material degrades and the chains break. The mode of cracking varies between oxygen and ozone attack, the former causing a "crazy paving" effect, while ozone attack produces deeper cracks aligned at right angles to the tensile strain in the product. Oxidation and UV degradation are also frequently linked, mainly because UV radiation creates free radicals by bond breakage. The free radicals then react with oxygen to produce peroxy radicals which cause yet further damage, often in a chain reaction. Other polymers susceptible to oxidation include polypropylene and polyethylene. The former is more sensitive owing to the presence of secondary carbon atoms present in every repeat unit. Attack occurs at this point because the free radical formed is more stable than one formed on a primary carbon atom. Oxidation of polyethylene tends to occur at weak links in the chain, such as branch points in low-density polyethylene.

Fuel additiveComponents Applications
AO-22N,N'-di-2-butyl-1,4-phenylenediamine Turbine oils, transformer oils, hydraulic fluids, waxes, and greases
AO-24N,N'-di-2-butyl-1,4-phenylenediamineLow-temperature oils
AO-292,6-di-tert-butyl-4-methylphenol Turbine oils, transformer oils, hydraulic fluids, waxes, greases, and gasolines
AO-302,4-dimethyl-6-tert-butylphenol Jet fuels and gasolines, including aviation gasolines
AO-312,4-dimethyl-6-tert-butylphenolJet fuels and gasolines, including aviation gasolines
AO-322,4-dimethyl-6-tert-butylphenol and 2,6-di-tert-butyl-4-methylphenolJet fuels and gasolines, including aviation gasolines
AO-372,6-di-tert-butylphenol Jet fuels and gasolines, widely approved for aviation fuels

Antiox > The effects of cooking and food processing are complex, as these processes can also increase the bioavailability of antiox > Processed food contains fewer antiox >

Antioxidant vitaminsFoods containing high levels of antiox >
Vitamin C (ascorbic acid)Fresh or frozen fruits and vegetables
Vitamin E (tocopherols, tocotrienols)Vegetable oils, nuts, and seeds
Carotenoids (carotenes as provitamin A)Fruit, vegetables and eggs

Other antiox > Another example is glutathione, which is made from amino ac > Although large amounts of sulfur-containing amino ac > no ev >

9. Treat Urinary Tract Infection

Studies have shown that urinary tract infection can lead to oxidative stress and depletion of antioxidant enzymes – which is why supplementing with antioxidants can improve the condition (15).

Polyphenols, another class of antioxidants rich in berries and other fruits, are known to fight UTIs. These compounds reduce oxidative stress and inflammation, and help bind iron in the urine, preventing it from fueling bacterial growth.

Measurement and invalidation of ORAC Edit

Measurement of antiox > Earlier measurements and ratings by the United States Department of Agriculture were withdrawn in 2012 as biologically irrelevant to human health, referring to an absence of physiological ev > Consequently, the ORAC method, derived only from in vitro experiments, is no longer considered relevant to human diets or biology.

Alternative in vitro measurements of antiox >

As part of their adaptation from marine life, terrestrial plants began producing non-marine antiox > Originally, the term antiox >

Early research on the role of antiox > Antiox > The possible mechanisms of action of antiox > Research into how vitamin E prevents the process of lip >

11. Can Help Bodybuilders

Antioxidants are known to maximize the training effects of exercise. They also help deal with the oxidative stress of exercise. And since oxidative stress can also contribute to injuries and impair healing, taking antioxidants can aid recovery and even accelerate it. Antioxidants, especially vitamin C, can aid in tissue repair – as exercise is known to cause the formation of free radicals, which can affect muscle tissue and recovery time.

12. Can Benefit Smokers

A number of studies have shown that healthy intake of a variety of fruits and vegetables can be a protective strategy for smokers (17). Smokers were also observed to have increased oxidative stress and compromised antioxidant activity – which is why taking antioxidants can offer a number of protective benefits.

13. Can Treat Acne

Free radicals travel through the body, stealing electrons from healthy cells. Through this mechanism, they can promote inflammation, which is one of the common drivers for acne and other inflammatory skin conditions (e.g. eczema, dermatitis). As antioxidants neutralize these free radicals, they can help reduce inflammation, and prevent and treat acne. They also protect the skin by preventing toxins from penetrating the dermal layer.

Vitamins C and E are two such antioxidants that can fight acne by preventing the resultant inflammation. Vitamin E also promotes skin repair and healing, thereby treating acne scars. Other important antioxidants for preventing and treating acne include selenium and zinc.

14. Delay Aging

It is the free radicals that cause the signs of aging. They cause cell damage and inflammation and lead to wrinkles and age spots. Since antioxidants counter the effects of free radicals, they can play a major role in delaying the signs of aging.

15. Strengthen Hair

Antioxidant supplements can improve hair health and treat nutritional deficiencies that can compromise the health of your hair. And since your hair is regularly exposed to sunlight and pollution, it is constantly being bombarded with free-radicals. Antioxidants can combat this, protecting delicate hair follicles, and prevent hair fall caused by oxidative stress.

These are the various ways antioxidants benefit you. But there arises one important question – how do they work?

Conclusão

Taking the right (and the required) amount of antioxidants is key. Focus on getting as many fresh, whole foods rich in antioxidants (and supplements, if needed) as possible on a regular basis – and your body will thank you.

Let us know how this post has helped you. Simply leave a comment below.